Acervo 2021
Emiliano Di Cavalcanti
Figura deitada, década de 1940

Exposição anterior

VICTOR BRECHERET

E A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922

 

A Multiarte e a Pinakotheke Cultural, em colaboração como Instituto Victor Brecheret, apresentam a exposição “Victor Brecheret e a Semana de Arte Moderna de 1922”, com aproximadamente 50 obras dos artistas Victor Brecheret (1894-1955), Anita Malfatti (1889-1964), Vicente do Rego Monteiro (1899-1970), Zina Aita (1900-1967), Helios Seelinger (1878-1965) e Tarsila do Amaral (1886-1973).

Oito obras apresentadas integraram o histórico evento no Theatro Municipal de São Paulo em 1922. Outras raridades são as esculturas em terracota “São Francisco com bandolim” (década de 1940) e “Cabeça feminina” (década de 1940), de Brecheret; o desenho “Cabeça de homem (verde)”, 1915-1916, de Anita Malfatti; e três desenhos que Di Cavalcanti fez entre 1917 e 1924 para seu lendário álbum de gravuras “Fantoches da meia-noite”: “Fantoche com baralho”, “Fantoche com leque” e “Fantoche no piano”.

Notícias

Lygia Clark (1920-1988) 100 anos, melhor retrospectiva do ano pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA)

A exposição “Lygia Clark (1920-1988) 100 anos”, sediada na Pinakotheke Cultural São Paulo de15 de novembro de 2021 a 15 de janeiro de 2022, foi escolhida como a melhor retrospectiva do ano pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA), em decisão da assembleia virtual ontem, 31 de janeiro.

Com curadoria de Max Perlingeiro, “Lygia Clark (1920-1988) 100 anos” reuniu aproximadamente 100 obras da artista, entre pinturas, desenhos, gravuras, bichos, trepantes, obra mole, casulo, objetos relacionais, fotografias e documentos, em sua quase totalidade inéditas ao público brasileiro.

“A Pinakotheke se sente honrada por ter sido premiada com Lygia Clark, e estarmos juntos de grandes nomes como Rita Lee, Jaider Esbell e Tunga. A memória e o legado de Lygia seguem vivos por mais 100 anos”, diz Max Perlingeiro.

 

Max Perlingeiro recebe prêmio por mostra ‘Leonilson por Antonio Dias’ em São Paulo

O galerista e crítico de arte Max Perlingeiro recebeu, na última segunda-feira (17), prêmio entregue pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) em reconhecimento à mostra “Leonilson por Antonio Dias – Perfil de uma coleção”, eleita como a melhor Exposição Nacional na categoria de Artes Visuais. Leia mais

 

$

Márcia Travessoni

Exposição ‘Leonilson por Antonio Dias’ ganha prêmio nacional de crítica artística

Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) elegeu a mostra ‘Leonilson por Antonio Dias – Perfil de uma coleção‘, planejada e organizada por Max Perlingeiro, como a Exposição Nacional do Ano. A escolha foi divulgada na última segunda-feira (9) e reconheceu artistas e obras nas seguintes categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infanto-Juvenil e Televisão. Leia mais

$

O Povo

Max Perlingeiro vence um dos principais prêmios de arte do Brasil

O galerista e curador Max Perlingeiro, sócio da Multiarte, venceu o Prêmio Ciccilo Matarazzo, da Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA). A honraria é entregue a personalidades influenciadoras no meio artístico e é uma das principais do País. Nesta e em outras nove categorias, reconhece profissionais e instituições que mais contribuíram para a cultura brasileira no último ano. Leia mais.

 

Palestras

 JOÃO CANDIDO PORTINARI NA MULTIARTE